Cartas para sempre, parte I

Nilópolis, 23 de janeiro de 2010.

                Caro amigo,

Sabe o amor? Ele nasce devagarzinho, começa escondido, depois desabrocha como uma flor. Indescritível mas incrível. Arriscado mas arriscável. Único porém múltiplo. Verdadeiro mas traiçoeiro. Assim é o amor.

                Tenha medo do amor, pois ele transpassa sua vida, é algo que não se segura na palma da mão e às vezes está indisponível para locação. O amor aprisiona e ao mesmo tempo em que acorrenta, liberta. Não confie no amor, pois ele fere e uma vez enganado, enfeitiçado, você não volta atrás. O amor é motivo para você se sentir muita das vezes sozinho, imaginando e sonhando algo que você não tem.

                Com o amor se sentirá triste – sempre – esperando de alguém uma resposta para a sua solidão. Esperando um conforto que não vem, um sorriso que não existe, um abraço – um tocar – que lhe falta. Partindo do amor você aprende a dar valor mais aos outros do que a si próprio, valor este que não é merecido.

                Você verá com o tempo que flores, bombons e ursinhos são respostas singelas daqueles que não sabem demonstrar o que sentem em palavras e que a única emoção que conseguem transmitir é a do “dar” e não do “falar”. Por sentir o amor, você irá chorar, se arrepender e se questionará se valeu à pena, se valeu amar.

                E assim você irá perceber que decepção é uma coisa que você vai ter se quiser amar de verdade, por que a todo o momento você vai querer a felicidade do próximo e ele só vai te fazer sofrer – como sempre -. Você vai sofrer, isto é fato. O disco quebrado vai ser você e a história sem graça também será a sua e assim você vai se trancar no seu mundo finito. Não ame nunca, pois ele irá procurar em outra pessoa o que você tem e você continuará se perguntando se valeu à pena, novamente.

Atenciosamente.

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s