De que vale tudo isso se você não está aqui

Desculpe!

 

            Por não te amar o suficiente, ou pelo menos por não demonstrar que o amava com todas as forças do mundo. Por não te ligar todos os dias e perguntá-lo com estava e se precisava de alguma coisa – mesmo com toda essa distancia –. Desculpe-me por pôr a culpa sempre no Oceano que nos distanciava e achar que estava fazendo meu trabalho de neta. Perdoe-me por não te pedir para fazer mais brinquedos para mim e por não guardar o que você fez.

            Meu avô, hoje eu parei para ver que desculpas não são suficientes e que por mais que você esteja aí no céu lendo e fazendo este texto comigo, você nunca verá as mesmas saírem pela minha boca, pois eu fui falar muito tarde. Não que eu não precisasse de você quando era mais nova – precisava! –, mas não da mesma forma que preciso hoje.

            Hoje – exatamente neste momento em que escrevo para o senhor – senti falta de um avô. Um homem experiente que me contasse as histórias da época em que o mundo estava em guerra, que me dissesse o quão for difícil tomar a decisão de vir para o Brasil e fazer a vida aqui, que me pegasse no colo, ou simplesmente sentasse ao meu lado e fizesse cafuné em minha cabeça, que me chama-se de neta e fosse contra tudo o que minha mãe dissesse e me mimasse até eu ir embora para a minha casa que seria do ladinho da sua, para de manhã cedinho sair para o colégio e lhe pedir benção, dar um beijo no seu rosto e sentir sua barba fazer cosquinha em minha boca. Tantas coisas…

            Quisera este beijo não ter sido pelo vidro e eu ter sentido esse seu beijinho vô. E agora com dezesseis anos eu sinto falta de quando não te abracei nas horas em que poderia, quando eu não disse que te amava, que te idolatrava, que te achava o máximo. Quando simplesmente eu me omiti em dizer o que agora queria tanto falar para você.

            O violão que fizestes para mim, só fica na minha memória pois já não o tenho. Desculpe vô, mas eu era uma menina desprendida e que acreditava que se eu perdesse meu violão o senhor iria fazer milhares de outros para mim, eu acreditava que o senhor seria para sempre e que quando eu fizesse minha festa de quinze anos o senhor estaria ali ao meu lado. Eu não dizia, eu não pensava e muito menos achava que existiria um dia em que faria quinze anos, mas sabia que a ordem das coisas seria essa e que a cada ano eu aumentava um ano e para mim você também aumentaria; aumentou vô, mas não mais.

            Eu queria tanto que você vivesse mais alguns anos, para que eu ficasse maior e pudesse te tratar como quero tratá-lo agora, com toda a vontade, a verdade e o amor. Não que eu não te amasse antigamente, eu só não sabia como dizer. Mas agora eu sei, mas é tarde vô?

            Queria ter tirado mais fotos com você, queria ter te beijado mais, queria ter te amado mais, queria ter estado com você quando você mais precisou de mim. Queria ter pulado na sua cama na ultima vez que ti vi. Deveria ter implorado para minha mãe me levar para te ver quando você estava ruim. Você poderia ter melhorado se eu fosse te ajudar, eu ia vô. Eu ia.

            Agora você está no céu e eu somente quero te dizer que por mais que eu não tenha dito, falado ou lhe dado o verdadeiro amor, me desculpe. Faz um tempo que eu lhe perdi, faz um tempo que você não está mais entre nós, porém, hoje foi o primeiro dia em que eu chorei pela sua perda. Por que hoje foi o primeiro dia que o amor que estava preso em mim por você saiu totalmente, simplesmente por ver um foto nossa juntos e hoje a saudade bateu mais forte do que em todos os outros dias.

            Desculpe por não ter dito, é que eu nunca descobrir a forma certa de falar.

Anúncios

3 comentários sobre “De que vale tudo isso se você não está aqui

  1. Luiza disse:

    Querida Mariana , esse texto realmente me emocionou . Através dele pude perceber ou melhor deixar mais claro todo o amor existente em meu coração pela pessoa tão querida que é meu avô ….. Sinto por você tê-lo perdido dessa forma mas acredito que depois dessas palavras ele está feliz onde quer que esteja .
    Mais uma vez Parabenizo você pela belíssima escrita bjssssss

  2. Fatima disse:

    Voce é maravilhosa! Em suas palavras aqui escritas vc consegue mostrar o quão grande era e é o amor que vc tinha por seu avô. Ele estaria muito feliz em ler todos os seus textos. Aonde ele está tenho a certeza que ele te abençoa e protege todos os dias da tua vida. Bjs minha filha linda. Te amo muito!

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s