Eu só queria lhe dizer

E só queria ao menos uma vez lhe contar que você é aquela que me levanta depois da guerra e olha para mim com um ar repreensor mais doce e diz que eu não posso desistir. Você é aquela que me consola de algo inconsolável. Aquela que chora por mim, quando sabe que já não mais possuo lágrimas. Aquela que segura na minha mão e diz que estrá ali pelos próximos um minuto e logo quando este passa você diz mais um, mais um, mais um. Aquela que em uma manhã de terça feira, as 7h da manha vem me dar um beijo e grita no meu ouvido um bom dia que mais parece jogo de seleção. Aquela que motiva, olha, grita, briga e que está ali sem nada a intensificar nas coisas. Aquela que nao sabe de nada mais acaba sabendo de tudo da minha vida. Aquela que está lá, mas está aqui a todo o momento. Aquela que grita meu nome pelos quatro cantos e quando me encontra não diz nada. Aquela que poe o dedo na minha cara para falar eu te amo e vou estar sempre aqui. Aquela que é doce para dizer que eu estou errada e novamente chora ao dizer isso.

Por que no fim de tudo, você é aquela que briga com o tempo e o faz admitir que seis semanas é tempo o suficiente para amar. E você ganha, ainda por cima, mesmo que seja por meio de gritos. E eu… Ah. Eu sou aquela que vai estar sempre ao seu lado quando suas palavras faltarem, seus pés já não alcançarem o chão e sua voz estiver fraca demais para tentar. E eu amiga, eu tento. Eu consigo.

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s