Rabiscos e perguntas

            E assim ela vive. Rabiscando cada papel. Vivendo cada dia. E assim será a partir de hoje. Menos. Menos intensa. Porque hoje ela aprendeu que nada pode atrapalhar a felicidade dela, ao menos que ela queira. Porque hoje ela pôs no “mute” o seu coração e vai tentar – quer dizer – ser feliz, como ela nunca foi, pelo simples fato dela não por sua felicidade a frente da dos outros.

            Ela tinha uma mania estranha de acreditar em tudo que a diziam. Tinha uma mania de confiar em todos. Ela era assim, meio completa demais, inteira demais. Só que um dia ela cansou e aprendeu a ser menos assim. A ser menos pros outros. A ser mais pra ela.

            Tentou ser menos tudo, para ser mais ela mesma. Só por um dia vamos ver o que vai dar, essa nova garota.  Em um corpo e em um coração novo que já estavam cansados de tanto achar que amava. Amar, uma palavra tão desnecessária para o que ela precisa viver agora. Amar […] Pra que?

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s