Depois das máscaras

Já pensou que talvez seu rostinho bonito e tudo o que você construir um dia acabe? Ou melhor, desmorone? Porque é isso que acontece com quem constrói uma vida em cima de pessoas, de promessas não cumpridas, de mentiras e trapaças. Já disse um dia alguém que as máscaras caem e quando você menos perceber vai trafegar em um mundo que seu próprio “eu” desconhece. Quando se conhece a verdadeira dor, qualquer outra sensação é mera brincadeira de criança. Quando se machuca alguém qualquer outra vingança ou apenas uma singela discórdia passa a ser frustrante. Quando se é abatido qualquer outro sentimento é alegre e feliz. Quando se chora por algo intenso qualquer água que saia de seus olhos e molhe seu rosto será de chuva. As máscaras caem e no final só nos resta caráter. Mas como exigir caráter de uma pessoa que viveu a vida inteira como alguém que nem sabia da existência de seu outrem? É difícil. É quase impossível. Somos Seres Humanos e vivemos em um mundo cuja chance é dada somente uma vez. Quando erramos o mundo nos retira a chance da segunda vez, porque não há segunda vez. Não há outra chance para quem já não sabe o que fazer. E assim, depois que as máscaras caem só nos resta esperar e ver o que o mundo tem para nós. Porque quando as mascaras caem… Você cai junto e neste momento não terá ninguém para lhe dar a mão. Esqueceu que ninguém sabe quem você é?

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s