Querida TPM

Há quem diga que TPM quando vem é sinal de que tudo está em ordem, de que seu corpo está inteiramente bem, por dentro, é claro. Não duvido desta afirmativa, mas devo admitir que adoraria que ficássemos bem por fora também. Que mal tem em achar todas as coisas maravilhosas, em não sentir doar ao caminhar pela casa, quando estamos na época mais linda de nossas vidas, onde nosso corpo melhora e ficamos parcialmente mais calmas, para resolver problemas que antes eram bobos… e agora são irritantes. Bom, a quem estou tentando enganar, eu só quero me virar muito bem sem uma bolsa de água quente em cima da minha barriga, ou viver sem tomar aqueles comprimidos infalíveis. Bem que eu gostaria de utilizar da mesma gentileza que usam comigo ao de manhã me conceder um bom dia, ou invés de esbravejar aos quatro cantos palavras sem o menos pudor.

Está aí outro poder de todas as mulheres quando estão na TPM, elas não se importam se há crianças na sala, ou se sua mãe está olhando. Não querem saber se naquele momento a pessoa que não entende o que está passando se intitula seu pai. Ela não quer saber com quem fala ou como fala e se irrita quando este mesmo homem – seu pai – acredita ainda que tem nas mãos uma filha que só sabe o que é vermelho nas cores de seu lápis “Faber Castel”, e tenta empurrar para a mesma remédio de resfriado e insiste para que sua mão a leve para o pediatra, achando que o pirulito ao final da consulta melhorará muitas coisas. Ele não entende que deitar em cima da sua barriga, com a cabeça mais pesada do mundo é motivo para uma guerra pior do que a que teve no Rio de Janeiro. Ele não sabe, mas não será ela que irá dizer, não hoje, ou talvez não reste vidros em casa ao final da semana.

Portanto, indico como remédio o isolamento total. Pegue dez filmes, compre todos os chocolates que o dinheiro der, ligue o ar condicionado, cubra-se com um cobertor e fique no seu mundo. E se seu marido aparecer com um carro novo, ou seu namorado com flores ou, por mais ridículo que seja, aquele seu quase namorado decide te pedir em namoro justamente naquele dia, onde tudo está caindo, por favor, respire fundo e conte até dez, antes que faça algo que com certeza, lembre-se, você via se arrepender.

Siga minhas dicas, será melhor para vocês. Quanto a mim? Eu me contento com a distância, uma bolsa de água quente e meu suco de laranja, por favor.

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s