Passos em vão

Se eu dissesse que não te amo, estaria mentindo. Iria contra toda a minha idéia de amor. Iria renegar toda essa idéia que me faz crer no nosso futuro, no nosso destino. Se eu dissesse que não sonho com você, estaria mentindo. Sonho todos os dias na tentativa de eternizar um momento que não sei se será eterno, mas é encantador. Se eu dissesse que não choro por você, estaria mentindo. Choro sempre que acho que nos desentendemos que nosso fim chega próximo. Reclamo sempre que percebo que posso estar te perdendo, que você a qualquer momento pode se distanciar de mim e isso me faz sofrer. Se eu dissesse que não espero ansiosa todas as noites, suas ligações, seus “Alôs!” baixos e nossas conversas que percorrem a madrugada, muitas vezes nos dando sono, mas nos fazendo permanecer, querendo saber como foi seu dia, se está feliz, se ainda sorri. Nesse instante me lembro que se eu dissesse que não te amo, que não sonho com você, que não choro, estaria mentindo, porque todos os meus dias, todos os meus momentos eu vivo a nossa história. Nós dois. Essa história de amor. Meu sonho bom.

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s