Ctrl + Z: Nova Dona

Olá! Quem são você? Estava andando por estes ares e me deparei com estes textos, muito melosos por sinal. Vocês não acham? E o pior – tenho que admitir – é que a criança que os escrevia, desistiu deles há dois dias. Quer dizer, ela desistiu de tudo isso, por isso eu vim. Com tantas visitas como posso não continuar os traços que ela nos deixou? Por isso estou aqui. Mas acho que não preciso escrever textos deprimentes para que continuem a me visitar. Com certeza não preciso disto e acredite, nem vocês. Então vamos fazer um acordo. A partir de hoje nada de mel e de amor. Primeiro que eu odeio mel e segundo que não tenho motivos, simplesmente até agora este lance de amor e “blá blá blá”, não serviram para nada. Mas cá para nós, adiantou de algo? Por exemplo, a garota que escreveu os textos abaixo morreu a alguma horas, por overdose de mentiras, mas teve tempo de deixar uma cartinha para mim, dizendo: “Deixo para você o meu mundo, só me prometa que não vai falar de amor”. Tudo bem, não falarei querida, e ainda te agradeço pela recomendação. Não sou boa nas palavras amorosas, meus olhos são de ressaca, tal qual Capitu e é difícil ter estima por alguém. Até porque vou falar de quem? Diferente dela, minha inspiração não vem de pessoas e sim de detalhes que eu vejo e comento. Pronto, decidido, não acham? Mas quero que saibam que não sou uma insensível e nem hipócrita. Somente acredito que não posso expressar sentimentos somente escrevendo que saudades são grandes, amor é distante e a dor é forte. Até porque não tenho dor, não sinto falta. Por fim: Não tenho motivo para escrever textos que escorram “mel”, além do mais odeio mel, como já disse. Talvez vocês um dia saibam o real motivo desta mudança surpreendente, ou talvez não e eu acho que a segunda opção ganha.

Portanto, já que os motivos já foram colocados a mesa, vamos a apresentação de quem escreverá a partir de hoje: A única coisa que terão que se importar é que a mudança foi necessária. Quando você re-lê seus textos e tenta buscar a base deles e não encontra, não há mais motivos para continuar no tema. Até porque não basta ser bonito, fazer chorar e ser insignificante não acha? Portanto mudei. E esotu tão bem com isso. Não é tentando esconder nada. Não estou chorando por dentro e escrevendo coisas que não sinto. Do contrário. Por dentro estou radiante, como há muito tempo não estava. Mas antes que esqueça, digo: Estou solteira e nada de garotos, por favor. Dá muita dor de cabeça, acreditem em mim.

Vai ser estranho, admito, mas vocês vão gostar.

Beijinhos, Mari Cassiano.

Anúncios

4 comentários sobre “Ctrl + Z: Nova Dona

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s