Me dê um beijinho

Hoje é dia do beijo e você “me dá um beijinho?”
Pode ser rápido ou devagar. Você pode querer ou não. Mas o que custa me dar um beijinho? Pode ser sem ninguém ver ou pode ser no meio do pátio da escola. Você pode ficar com vergonha ou pode não  sentir vergonha nenhuma, mas me dê um beijinho. Vamos movimentar nossos inúmeros musculos. Vamos mexer nossos corpos e dançar conforme a música que tocar naquele som que nossos amigos escolhem. Pegue minha mão, puxe para o meio da pista de dança e me dê um beijo. Daqueles bem longe ou curtos. Daqueles intensos ou amargos. Daqueles fortes ou fracos. Daqueles melosos ou secos. Daqueles que me fazem querem mais. Mas dê um beijo. Não importa que eu não queira, se você quiser talvez você consiga. Mas só não esqueça do beijo. Sem compromisso, sem aliança, sem futuro, sem nada. Um beijo não tira pedaço não é mesmo? Você pode me dar um selinho como pode levar minha alma, quem sabe? Você pode segurar na cintura como pode segurar no cabelo. Ah, e você pode puxar o cabelo também. Você pode me levar para um canto, pode me me falar do seu dia, pode dizer que nunca sentiu o que sente estando comigo, mas não se esqueça do beijo. Hoje é um dia muito especial e se for para perder algo que eu perca a fala, a compostura, a delicadeza e o bem me quer. Que quando despetalar a flor que dê “mal me quer”, mas que realmente seja mal, sem duro, cruel e incorruptível. E nada de flor. Nada de flores. Para quê? Para morrerem sem que ao menos eu as veja mais bonitas? E nada de pudor. Por um dia me dê um beijo sem que meus olhos me traim e os peçam antes que minha voz o fale. Um beijo. Talvez dois, três… seis… duzentos e vinte cinco… Alguns beijos, milhares de beijos. Que seja com um ou com vários. Que seja com você ou com outro. Mas que seja um beijo de verdade. São trezessentos e sessenta e seis dias ao ano e você me anularia um? Deixe-me ser feliz, deixe-me beijar. Talvez não saiba, mas eu sou assim. Ah e talvez não saiba… que eu quero mais dias como este. Pelo menos quatro vezes… ao mês. Um beijo, que tal?

Anúncios

2 comentários sobre “Me dê um beijinho

  1. Sem Amor disse:

    Ahhhh linda, eu beijei, beijei e beijei nesse dia!
    Humm, piercing na língua é ótimo pra beijar né, você já experimentou?
    É diferente, gostosinho de sentir ele na sua língua rsrsrs

    Comigo é na base do beijo, comigo é na base do amor, comigo não tem disse me disse, não tem chove não molha, é desse jeito que eu sou 😛

    Sinta-se beijada por mim também!

    • rs você é louco!
      Nunca beijei ninguém dee pircing não, tenho nervoso só em pensar.
      “é diferente, gostosinho, de sentir na sua lingua” Morri de rir com essa sua frase
      Que bom que você curtiu seus beijos, beijos e beijos hoje.
      Ok, estou me sentindo beijada por você, rs

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s