Um amor para recordar

Escrever, escrever, escrever … hmmm, escrever o que? Tem dias que não sei como me expressar, não consigo dizer uma só palavra, dias que o único que me entende é Deus. Contudo tem dias alegres, felizes, momentos inesquecíveis, que eu consigo me expressar, mas sentindo falta de algo. Quando começo a escrever é difícil parar, me controlar, assim como lendo, viajo a lugares incríveis, visito cidades diferentes, ou apenas experimento cada tipo de sentimento. Mas há momentos, que nem digitar é possível, que o tédio vem, e você fica se perguntando, vou escrever sobre o que? São nesses momentos que você deve escrever! São nesses momentos que surgi uma Clarice, um Jorge Amado, se você não escrever nesses momentos quando você perceber, você parou. Acabou, você não escreve mais, e digo, quando para, é difícil voltar. Você deve estar se perguntando porque estou dizendo isso, porque estou fazendo relação a isso, eu te respondo: Escrever é uma paixão, é um amor maior. Quando você escreve, você viaja, você demonstra sentimentos que às vezes não consegue no dia à dia. Quando você escreve você é você! Sem mascara, sem nada, apenas você.

Não desista do seu dom, porque assim como atuar, cantar, escrever também é um dom.

Escritor: Alexandre José

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s