O tempo irá passar

Acho incrível como o tempo passa. E como dias viram semanas e meses virão semestres. O tempo passa muito depressa e corre nas minhas mãos. Sinto falta, sinto muita falta. Daquele verão intenso de janeiro, dia 29. Eu estava meio tonta pelo sol e pela falta de sangue no corpo. Estava suada, com fome, com sono, estava com tudo, mas eu correria tudo de novo que corri para te ver antes que você enferrujasse tamanho o suor que você demonstrava. Só que eu falei demais, disso muitas besteiras, mas foi da boca pra fora, sem intenção. Mas eu me arrependo, por jogar o que não era lixo fora. Brigo, te ignoro, piso na bola, sinto saudade, choro. Sei que o amor da sua vida não é tão fácil de ser encontrado, mais dificil ainda é deixar de gostar desse grande amor. O clime sempre pesa quando a sua ausencia se faz presente, mas não existe pecado que não se pode perdoar. Talvez não conheçamos o amor direito. “Prazer, eu tenho milhares de defeitos”. Iguais aqueles que desde Janeiro você aprendeu a amar. Mesmo que eu não veja mais aquele sol intenço do verão de Janeiro e mesmo que a lua não tenha o mesmo brilho que teve naquele dia em que passei a madrugada com você ao telefone olhando o céu, pode passar mil anos você vai ser meu. E eu vou ser eternamente sua. Porque amor de verdade, amor mesmo, só acontece uma vez na vida. E o meu Homem de Lata será sempre você.

Anúncios

3 comentários sobre “O tempo irá passar

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s