Olhar distante

Estranho é olhar para uma estante cheia de livros e não saber qual você lerá; procurar olhares amigos e não encontrar nenhum sorriso sincero o suficiente. É difícil avistar pessoas que queiram tanto o bem quanto você, até porque as vezes nem você sabe o que quer. Estranho é viver inconstantemente, semeando sorrisos por pessoas diferentes cada dia que passa. Porque ninguém mais fica. Só que hoje eu sei que a culpa não é deles. A culpa é totalmente minha. Eu que de uns tempos para cá fiquei meio gelada, meio distante, meio calada. Sinceramente, está difícil até para ler. Qualquer folha com mais de 3 páginas já me dá sono. Já disse para vocês que hoje em dia sou apaixonada por matemática? Tão exatas, tão certas, tão simples ou nem tanto. Estou cansada de olhar para um amontoado de coisas e não enxergar nada. Nem uma simples gota de noção, de realidade. Cansada de colocar a cabeça no travesseiro e esperar por mais um dia que pode ser bom ou nem tanto, mas sabendo que  única verdade que se tem do dia seguinte é que ele vai vir. O sol vai nascer de novo. Você vai viver mais um dia… Cabe a nós olharmos para a estante e catar o primeiro livro que ver pela frente.

Muitas vezes, mas basta uma bela e refinada história de um livro do que uma dura vida real. Deite na cama, puxe o enredo e viaje… Pra qualquer lugar. Só não vale ler o fim antes. Isso você nunca vai conseguir.

Surpreenda-se! ;D

Mariana Cassiano

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s