Particípio

Coçando a cabeça: me pedem para escrever novamente como se fosse fácil. Fácil vir aqui, mergulhar todo esse sentimento em água quente, temperar com um pouco de ironia e hipérboles desregradas. Não, não está fácil escrever. Eu cansei, simplesmente, cansei. Não quero mais aquele de ontem, não quero olhar para ninguém hoje, tão pouco procurar alguém para o meu futuro. Qualquer tentativa de romance, aciono o botão “razão” e encontro trilhões de defeitos que me afastem de alguma decisão. Um dia me disseram: “para se iludir de novo?”; realmente, para que me iludir de novo? Para que apostar novamente as fichas em alguém e descobrir que de nada adiantou: depois de somente poucos dias. Sim, eu quero um grande amor, quero alguém que realmente se importe se vou dormir feliz ou triste, alguém que queira estar por si só, ficar somente por ficar, ouvir músicas que digam tudo, e sentir coisas que nada podem nos diminuir. Mas não. Esse verbo “querer” saiu do meu vocabulário. Não me pertence. Joguei-o fora. Desta vez, que queriam. Que façam. Que sejam. Que movam. Que retomem. Que procurem. Que seja alguém a querer, porque eu cansei.

A cabeça coça só de pensar que não vem mais nada em mente para ser dito.

Mariana Cassiano

Anúncios

6 comentários sobre “Particípio

  1. Que dessa vez eles façam valer a pena, até porque cansa toda a construção de um castelo de “ilusões”, pra em questão de segundos ver tudo desmoronando e não poder fazer absolutamente nada para mantê-lo intacto. Que seja real da próxima vez 😦

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s