Agora: eu, você, nós

tumblr_mb0jyfVT5E1qetudpo1_500

                Lembro-me de quando te conheci, a foto do seu celular era uma paisagem, reclamava da sua falta de sorriso e daquela sua insistência em não querer se apegar. Lembro-me como se fosse hoje, das nossas conversas até tarde, eu, morrendo de sono, mas me negando a dormir. Era incorruptível, inabalável. Mas lembro-me, de cada fato, cada ordem, seguindo um breve roteiro… Agora quem pega seu celular vê junto a você uma menina estranha, quase sempre fazendo uma careta, mas sempre agarrada a você. Essa menina também mudou sua rotina, talvez bem antes de você. Mudou seu jeito (dizem que está mais calmo, o que duvido um pouco); mudou a voz; “no que pensar”. Essa menina ama o seu olhar, o seu sorriso de canto de boca. Ama quando você chega por trás, quando ela menos espera, e dá um abraço tão puro, tão suave que a faz querer pedir que nunca mais a solte, que a vida assim seria mais fácil, melhor. Essa menina deitada na cama pensando em você, escrevendo para você, coloca seu nome praticamente a frente de qualquer outra frase, pergunta ou resposta. Não que você tenha virado a razão, mas virou o motivo. E mesmo que estas palavras “razão” e “motivo” tenham significados brevemente diferentes, se unem quando teimo em dizer: “Obrigado meu amor, por ser o motivo que cerca minha razão e a transforma em amor”. Por fim, não lembro-me de quando éramos um, pois é tão bom sermos dois… Sermos um do outro… Sermos assim eu para você, você para mim.

Mariana Cassiano

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s