Da ponte

tumblr_lfg0c1l0Fd1qfcbv7o1_500

Teve uma manhã, de uma dia qualquer, de uma semana qualquer, que ela sentiu vontade de sair por aí, andando, andando… Pegou seu moletom, desligou o celular e começou a caminhar. O sol ainda estava surgindo quando ela escolheu ir embora. Escolheu abandonar tudo o que antes a prendia para tentar ser o que deveria ser: ser o certo. Ora, que mal tem ser o que se deve ser? Se formos parar para imaginar uma vida como “se quer” e não como “se deve” acabamos caindo na tentação de parar muitas vezes. Daí a gente cansa. E ela, pelo que me disse, não queria mais parar, (nem pra descansar ela queria…). A menina queria manter passos longos, rápidos e os mais lineares possíveis. Não tomaria mais atalhos, pois sabia que eles a atrasariam mais ainda. Caminhos conhecidos, claros, limpos e tranquilos eram suas opções disparadas. Ia então assim, caminhando, pensando, as vezes até cantava para tentar manter o foco no que realmente ela queria. Mas o que a menina queria? Talvez uma ponte… Talvez não, ela queria uma ponte. Queria sair do lado de lá, de tudo o que vivera e prendia e apertava e machucava. Precisa sumir e não dar um tempo. Precisava crescer e não adoecer. A menina precisava superar. Superar a necessidade, a vontade, as pedras, o vento, o calor, os sonhos, as histórias. Ela precisava encontrar uma outra terra para passear, já tranquila, sem tentar mais. E foi nesse momento, depois de encontrar as respostas que tanto buscara desde manhã, que encontrou a ponte. Tão simples, velha. Tão como ela: sólida. Atravessou. Sem medo, sem receio, sem querer voltar e o mais importante: sem olhar para trás.

E foi por pensar assim que a menina deu todos os passos a serem dados,mas só para frente. Sempre. E foi por esse motivo que hoje escrevo para ela, pelo orgulho que me proporcionou, ao vê-la tão grande, tão forte, tão altiva, tão independente. Acordou em uma manhã e foi fazer o que era certo e não o que era necessário. Pensando bem, sua razão até que faz boas escolhas. Pensando bem, ela só queria que você ficasse bem.

Mariana Cassiano

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s