Vocação ensinar

tumblr_ltjwe5qtFr1qj1niwo2_500-500x272

O conhecimento é a maior arma de todas, por isso é a mais invejada por quem somente passa pela vida. Porque para construir qualquer outra coisa, antes precisa-se que alguém lhe ensine por onde começar. Portanto, sem medo, ensinamos. E não achem que é por simples e mero transbordar de conhecimento, até porque o que transborda tende a ser o que não cabe no volume desejado, ou seja é o que sobra. E não damos aos outros o que nos sobra, pelo contrário, proporcionamos tudo o que temos, sem esse lance de posse, sem nenhum egoísmo, vergonha ou medo. E quando não sabemos, aprendemos, só para que não existam perguntas sem respostas. Quando era pequena, via minha mãe preparar folhinhas e mais folhinhas de exercícios, caprichadas, com desenhos lindos e uma caligrafia invejável, as passava em uma máquina que deixava-as azuis e com um cheiro ótimo. Passados então,  19 anos, tenho minha mãe já cansada de licenciar para talvez alguns alunos que não a ouviram, não a escutaram e não seguiram seus conselhos. Para alguns destes que preferiram esquecer o que ela todo dia saia de casa empolgada para ensinar. Hoje vejo em minha mãe um exemplo, e portanto, decidi-me e vi que é isto que quero para mim também. Quero agir por amor, ensinar com olhos brilhando, quero aprender para reensinar. Quero ver turmas que foram minhas se formarem, se tornarem desde ajudantes de pedreiros brilhantes a médicos dignos. Anseio que aprendam o que é civilidade. Ambiciono, também. Quero dormir de madrugada, mas acordar feliz ao realizar algum projeto especial. Podem então, olhar, rir e falar: “Isso é sonho de licenciando, quero ver ter 2 anos de Magistério do Rio, crianças sem respeito algum, desmoralizada, com olhos fundos… Quero ver essa felicidade toda depois de formada enfrentando turmas cada vez mais difíceis”. Comentários infundados, podem falar, não me importo, tenho um Deus que me ensina todos os dias à amar o próximo, e quando chegar a uma idade onde esteja cansada e venha a me ausentar daqui, serei perguntada do que fiz, a quem ajudei, o que pude mudar. Olharei com os mesmo olhos fraternos que agora escrevo este texto e direi: “Ensinei e aprendi”.

Respeite aquele que dedicou sua vida a aprender para que viesse a te ensinar.

Mariana Cassiano

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s