Sobre as manifestações na Educação

Sem título

Existe o certo e existe o cômodo, e entre muitas aspas existe o modismo, toda estas manifestações já passaram do certo a alguns dias. Falta uma representação mais efetiva, faltam propostas mais concretas e definitivamente falta cada um se colocar no seu lugar e ver se realmente é só o sistema que tem que mudar ou se o próprio também carece. Ora, tem baderneiros atrapalhando a pacificidade das manifestações? Creio que os professores tem cabeça e coerência para separar o que segue linhas retas e o que as tangencia. Creio que um “Não é isso que queremos, somos professores, lutamos somente por nossos direitos” viria a calhar neste momento. Não é culpa deles, eu sei, mas ver toda esses crimes contra a cidade me deixa angustiada, por terem pessoas que se aproveitam para se infiltrarem, e se assim é um motivo, paremos. E o que seriam seus direitos? Lutar por uma educação de melhor qualidade ou simplesmente um aumento que os conforte por mais um ou dois anos. Sim, pois desculpem minha insignificância, mas existem muitos professores que somente assim o são, porque fizeram formação de professores, e literalmente “é o que tem para hoje”. Ora, a educação de hoje lhe tira algum interesse, vamos fazer uma faculdade, metrado, doutorado, dê aula em Faculdade, saia do país. Professor mais do que ninguém deveria zelar pelo estudo. A realidade é essa. Há dificuldade em sala de aula, alunos desinteressados, falta de comprometimento? Há. Mas voltem alguns anos atrás e vejam como era a educação. Hoje em dia se ganha notebook, cartolina é de graça, quadros são brancos, ganha auxílio para fazer curso, plano de saúde. Tantas coisas. É irrelevante pensar assim? Por hora, pode até parecer. Mediante o furdúncio e algazarra que estão brotando cada dia nas redes sociais… A quem interessar leia, estude, tudo o que esta sendo proposto por ambos e lados, olhem tudo o que ganham fazendo o que fazem, mas o façam sozinhos, porque quando mais de uma pessoa se junta pra debater o mesmo assunto, muitos ideais são embutidos sem que se perceba. Por fim, tudo isto que está sendo noticiado, todas as cartas, fotos e frases impactantes, devem ser analisadas retirando delas a filosofia que saturada qualquer corpo d’água e tornando-as práticas.

Que cada um faça seu trabalho, e o faça bem.

Atenciosamente,

Uma graduanda em Matemática, que implora que vocês não estraguem o sonho dela.

Mariana Cassiano

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s