Beira mar

tumblr_ldi2z0hZ9p1qcccebo1_500

A deriva procuro alguém para contar como foi meu dia, você é a minha última opção. Posso contar ao padeiro, ao mendigo, ao garçom, mas você sempre será a última pessoa para quem vou querer contar. Mesmo acabando por ser a primeira. Querido, não me leve a mal, mas o tempo e as constantes me fizeram querer o mundo, desbravar todas as montanhas, subir o mais alto que posso, menos permanecer. Isto é meio louco, insano. Somos como que rosas: você não possui espinhos, já eu… Te espeto todos os dias, as vezes até sem querer. E você fica, isso é o mais estranho. Em uma realidade onde muitos já teriam ido embora, desbravado outros monumentos, você permanece: todos os dias. E me faz ficar sem reação. Não sei se te mato, ou se te amo mais.  E mesmo que demore a dormir pensando o que eu ainda estou fazendo aqui, presa a esse “nós” que está amarrado demais: eu ainda escolheria ficar com você. Ainda optaria por um verão calmo, onde o Sol não viesse a me queimar a pele, ou um inverno intenso, onde ambos fiquemos em casa, a escutar Caetano e beber chocolate quente. Ainda preferiria sentir suas mãos a tocar minha pele, delicadamente, mesmo que afoito por bater-me a perna. Onde escute que me ama, cada dia mais verdadeiramente, me deixando livre para fazer o que quiser, mas me fazendo permanecer apaixonada por cada pouca palavra dita. Mesmo que com vergonha de dizer ao mundo o que sente, mas sem temor, de cara lavada ao dizer na minha frente, olhando em meus olhos o quanto quer me fazer feliz. Ainda anteporia nossas saídas diurnas e sua pontualidade ao me deixar em casa, para que nenhuma norma fosse quebrada. Ainda escolheria brigar com você, só para que suas rosas não me permitissem te destinar socos. Ainda escolheria ouvir da minha família o quanto você é bom, educado e associaria isso ao quanto você me faz sorrir. Ao  rir das minhas piadas sem graças, da minha careta, das minhas palavras erradas, do meu sorriso desajeitado, da minha raiva, de mim. Ainda nomearia você para possuir meu sobrenome, para possuir meu pensamento, minha ligação, meu bom dia. Ainda escolheria a sua realidade, a sua presença, o seu amor.

Ainda escolheria você, querido.

Mais uma vez, e todas as outras vezes.

De novo.

Mariana Cassiano

Anúncios

3 comentários sobre “Beira mar

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s