Um pouco de tudo

A vida é feita de poesia
e é dela que tiramos o mais proveitoso que há
a cada caminho podemos encontrar uma saída
mas nada melhor do que se doar

Ao olhar para as estrelas encontramos refúgio amigo
uma história, um brilho, uma canção
olhamos mais uma vez para o céu
buncando – talvez – inspiração

Levamo-nos a acreditar em um mundo que talvez não exista
um lugar que habite somente em nosso pensamento
então colocamos rimas em nossas vozes
buscando a veracidade do mundo a todo momento

Exageramos nas linhas
no contorcer das palavras
entoamos versos sem nexo algum
e desejamos que o poema seja mais do que um

[…]

Não vejo graça em poesia
não entendo o porque de tanto sofrer
os parágrafos ao fim de cada verso
dão-me vontade de correr

Pois me digam, leitores
onde veem graça nessas pausas
no mundo da escrita não há tempo
para esse respirar de aristocratas

Exigem muito mais do que podemos dar
muita métrica, muito cuidado, muitos ais
Devemos ficar atentos ao que dizemos – e como dizemos
correndo o risco de falarmos coisas confidenciais

Estão vendo, nem me entendo
toda esta obrigação de correta ter que ser
não posso falar o que quero e como quero
pois corro o risco de rima não fazer

Quatro linhas apenas
quatro linhas devem resolver
um enigma e uma vontade imensa
de tentar – inutilmente – me descrever

Não há espaços pois não é permitido
igual a vida que comecei a escrever
resta-nos olhar para as linhas como olhamos para o céu
e delas tirar o que de melhor podem nos oferecer

Mas, ah, as estrelas
estas me fazem compreender
que mesmo que olhe para o céu e não as veja
faço minha oração e uma há de aparecer

[…]

Tanto poesia quanto estrela
tanto céu quanto o mar
dei-me um papel e uma caneta
que o conseguirei decifrar

Escrever não é difícil
equivocado está quem imagina que seja
escrever te liberta do que te aprisiona
oferece seu coração – aos outros – numa bandeja

Desculpem-me pelo desatino da poesia
pela falta de conteúdo
disseram-me que deveria obedecer as regras
mas não ensinaram-me tudo

Disseram-me que poderia escrever sobre mim
sobre pessoas, coisas, literatura
convenceram-me a tentar escrever
mas o que posso fazer se minha vida é uma loucura

Conto números, escrevo poemas
Faço mil coisas que não se interligam de jeito algum
não me censurem por tentar escrever de um jeito
que não lhes convence que não é comum

Sou apenas uma menina
que anula sua postura de mulher
enxerga o mundo colorido
e não preto e branco do jeito que é

Tento fazer poesia
crônica, anedota, metáfora, o que for
tento fazer-te rir a todo momento
para suavizar sua falta de amor

Misturei tantos assunto
mas termino deste jeito
não importa como comece sua vida
olhe para o céu e tudo estará feito

A vida tem dessas coisas
o importante é não desistir
acredite nas estrelas quando dizem
“sonhe com os anjos pois é hora de dormir”

A vida é feita de poesia
e é dela que tiramos o mais proveitoso que há
a vida pode nos tirar tudo
mas que não nos tire a vontade de sonhar

Mariana Cassiano

Anúncios

3 comentários sobre “Um pouco de tudo

  1. Rodolfo Costa disse:

    Eu sei um poema…

    Eu queria poder ter um par de asas
    Pra lá do alto poder ver todas as casas
    Quem sabe lá de cima eu ache um abrigo
    Alguém que me adore e queira estar comigo

    As vezes queria poder ser invisível
    Ser o mais forte e nem sempre o mais sensível
    Quem sabe assim eu encontrasse alguém
    Que me adore, me deseje e me queira bem

    As vezes eu queria ser um super herói
    E com os meus poderes te trazer pra mim
    E acabar de vez com esse vilão
    Salvar o mundo e junto dele o meu coração

    Eu queria ser mais rápido que um raio
    Pra ser notado nos lugares onde eu caio
    Quem sabe com a minha luz nessa escuridão
    Encontre alguém que me tire dessa solidão

    Queria poder respirar debaixo dágua
    Pra esquecer de tudo e afogar a mágoa
    Quem sabe lá debaixo, longe da cidade
    Encontre quem traga de volta a felicidade

    As vezes eu queria ser um super herói
    E com os meus poderes te trazer pra mim
    E acabar de vez com esse vilão
    Salvar o mundo e junto dele o meu coração

    P.s.: Em sua homenagem Mari ;**

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s