Então, pensemos

Não era um jogo de sorte, não era um jogo de cartas. Não tinha nada haver com acordar bem, venturoso. O trevo de quatro folhas não estava na carteira e não exista pé de coelho. Eram números, astúcia. Ou ele era bom ou era ruim. Não existia meio terno e foi isso que a encantou. Encantou de tal forma que as horas de tornavam minutos quando o celular a beira da cama tocava e aquela foto aparecia. Eram tantos assuntos que eles se perdiam entre os suspiros de um sono que logo vinha e os suspiros de emoção de quem não estava com a menor pressa de desligar. Até porque de rápidos e coordenados já bastavam suas atribuições. Aquele sentimento todavia, deveria passar o mais lento possível, tão lento que ninguém poderia notar seus movimentos. Movimentos tão simples que poderiam se assemelhar a batimentos do coração, àqueles bem calmos, bem suáveis.

Contudo, como é próprio de um jogo deveria acabar. Não se jogam cartas durante muito tempo; os dados depois de tanto baterem sobre a mesa, viciam; as teclas quando muito pressionadas, prendem; o coração quando muito usado, suja. Sujou. E ela sabia disso. E ele ignorava isso. E ambos se perderam. Durante alguns dias ainda tentaram reatar aquilo que outrora possuíram, mas enquanto os olhos não se olharem e os corpos não se tocarem de nada vai adiantar falsas juras trocadas, catalisadas por uma noite densa e fria.

Perderam-se. E agora ninguém os acha. Não sabem a rua, a esquina, a estrada. Não sabem onde poderiam estar. Mas quem se importa… Ele não chegará nem a segunda linha deste texto e se chegar… Não adiantará mais.

Então… Pensemos…

Mariana Cassiano

Anúncios

O que achou do texto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s