Bravo

Acredito que você já deva ter ouvido muitas histórias sobre ela. De como ela é incrível e dedicada e inteligente e comprometida, tantos adjetivos somados por "e" que há até quem duvide, acho que até eu duvidaria, mas querido, hoje essa história é só sobre você. Uma menina um dia me apontou o céu e... Continue lendo →

Anúncios

Tão bom

Se eu tivesse o conhecido hoje saberia de cara que seu sorriso me deixa sem ar e que todas as vezes que ele me olha é como se fosse a primeira vez. [Mas descobrir isso, pouco a pouco, foi tão bom.] Se eu tivesse o conhecido hoje saberia que as mais belas canções conheceria ao... Continue lendo →

Peripécias da madrugada

Escrevo-te, brevemente, em linhas simples e pouco confusas; escrevo-te a mão com as letras desengonçadas por culpa do sono, eu juro, só para dizer-te que amor dentro de mim existe, mas talvez ainda falte defini-lo como qualquer pessoa bem instruída deve fazer antes de apaixonar-se. E por apaixonar, atribui-se todas as hipérboles e gerundismos possíveis... Continue lendo →

Será

Será? Olha nos meus olhos e diz que isso não vai acabar amanhã. Me diz que ainda vou ouvir o som da sua voz dizendo entre os dentes "graças a Deus que você apareceu" e que não vai querer me deixar ir embora no final do dia. Por mim ficávamos aqui mesmo: eu, você e... Continue lendo →

Fogo

Quando os olhares se cruzam e ficam se distraindo para não admitir que estão se fitando, o coração amolece. Quando as mãos frias se tocam e se repelem e devagarzinho vão se aproximando até que uma possa aquecer a outra, o coração amolece mais um pucado. Quando o primeiro pensamento do dia e o último... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: